10 de maio de 2009

Primeiro amor


Pai, quero voltar ao primeiro amor,
a recordação da alegria de te encontrar;
a minha primeira experiência com o Senhor,
força que me fez o pecado abandonar.

Seu toque iniciou a mudança em meu coração,
seu amor transformou meu viver.
O Espírito abriu-me para a oração,
e transfigurou minha vida com poder.

Despertou o amor por sua Palavra,
um horror pelas obras do pecado.
Sedento pela hóstia consagrada,
que me fez sentir-se perdoado.

Sou livre, sou do céu cidadão,
uma nova criatura no Senhor,
que renasceu para a salvação,
e integrar a civilização do amor.

Hoje vivo com a força do Ressuscitado,
o amor me impulsiona para o céu.
Olho para a cruz não me sinto desamparado.
Confortado, na cruz encontro meu troféu.

Graça e Paz, xP.

Rodrigo Stankevicz.

"Precisamos da força do primeiro amor
para sustentar nossa cominhada."
Postar um comentário