3 de março de 2010

Domingo no Aterro


Canga posta na grama
O pensamento constante
A alma sentada ao corpo
Os olhos correm delirantes

Pessoas, praia, sol, vento
Sombra, água fresca, amor
Combinação perfeita no Domingo
Janeiro, férias, muito calor

O Pão de açúcar um cartão postal
O Cristo no alto nos abençoando
Na areia rola um futebolzinho
Aos olhares dos pais, crianças brincando

As flores colorindo as árvores
Os pássaros embalam a alma ao cantar
Um idoso na calçada recebe uma gentileza
O samba anima o povo num bar

Fim de tarde a canga é recolhida
Toda beleza internizada
A alma na missa preenchida
No Domingo a família é eternizada.

Graça e Paz, xP.

Rodrigo Stankevicz
Postar um comentário