3 de fevereiro de 2009

São Francisco


De vida jovial,
Espírito ilustre,
Uma alma colossal,
Sua palavra nutre.


Desistiu da riquesa,
Contrariou a família,
Entregando-se a pobreza
Com Eterna valia


Sua pregação converteu
Homens e animais.
Aos pobres acolheu
E ornou-os de vestes reais.


Irmão Sol, Irma Morte, Irmã Lua
Assim referia-se as criaturas.
Intercede pela vida minha e sua,
Pois sua alma está nas alturas.


Ensinou a arte de amar,
Com sua terna simpatia.
Aprenderam a louvar e cantar,
Ouvindo sua eloquente homilia.

Graça e Paz, xP.

Rodrigo Stankevicz

"Louvado sejas, meu Senhor,
Com todas as criaturas,
Especialmente o senhor irmão Sol,
Que clareia o dia,
E com sua luz nos ilumia..."

São Francisco de Assis
Cântico das Criaturas
Postar um comentário