9 de dezembro de 2009

Canção à vida

Cantarei uma canção para a vida,
Essa dádiva merece ser exaltada.
Buscarei no mais íntimo do meu
Ser uma melodia a ser cantada.

Um canção não bastaria para elevar
A vida, é preciso uma sinfonia;
Um repertório com sons celestiais
imponente, só assim se igualaria!

A vida é muito nobre para
Ser vivida de qualquer forma.
Quanto partilhada com outro,
É como canção que transforma.

Existência: uma deslumbrante ópera,
Se interpretada com personalidade
Comove o espectador ávido, que
Sedento, anseia pela vida com qualidade.

Senhores, não esqueçam: a vida só
Começa quando se aprende a amar.
Amor assemelha-se a um coro que entoa
Canções, que ressoam suspensas pelo ar.

Graça e Paz, xP.

Rodrigo Stankevicz.
Postar um comentário