30 de junho de 2013

Fé nossa de cada dia




"Reanima , pois, o zelo e arrepende-te" (Apocalipse 3, 19) 
O Senhor, neste tempo, está nos chamando para retornarmos ao zelo de outrora, para a vida piedosa e cheia de virtude de antes. Basta um pequeno descuido, e nossa vida perde o prumo, aliás, é tão fácil perder a direção e as referências! Por este motivo, devemos estar 'arraigados e edificados em Cristo, firmes na fé' (Col 2, 7), e arraigar é criar raízes - na adesão a Jesus Cristo -  para suportar as intempéries da vida, que são tantas, concorda? Porém, é inútil uma árvore com raízes profundas (em Cristo) se não suporta o tronco com galhos e folhas, assim devemos, também, nos edificar na fé, pois a Palavra de Deus apenas conhecida, não vivenciada com fé, não produz fruto! Por isso, da preocupação com o zelo: com a fé, com a Palavra de Deus, com a oração diária, com a vida eclesial, etc. 
  
Todavia, o primeiro passo para cultivar a árvore da fé, está no ânimo de cada dia. Ânimo, segundo o dicionário é "alma", sem a qual não vivemos... o passo seguinte, está no arrependimento, olhar para dentro de si e voltar para a via da santidade, se estivermos longe é voltar, se resvalamos e caímos no pecado, levantemos sem demora! Enfim, o efeito de todas essas atitudes é o zelo pelas coisas de Deus, é a dedicação à obra de Deus. Cultive bem sua árvore da fé, pois uma árvore frondosa, além de dar vários frutos, abriga muitos em torno de si.

Rodrigo Stankevicz
Graça e Paz, xP.


Postar um comentário