4 de julho de 2011

É de noite que te amo


Te amo,
Banhado pelos raios da lua,
É de noite que te amo.

Teu romantismo me envolve e acalenta.
Uma solicita brisa foge ao luar
Encontra em tua pele o toque sagrado.
Os trigais bailam ao som do vento,
Enquanto tu bailas em meus sonhos.
As folhas secas, ao chão, ditam nosso caminho.
.
A noite disfarça sem ti, sua incompletude.
Orna o céu com estrelas à sua ausência.
Céu noturno, límpido, puro igual nosso amor,
Amor que nasce da ausência.
A bela noite só brilha, à luz das estrelas,
Pela ausência do flamejante sol,
A noite o derruba no horizonte.
E abre as cortinas de nossa paixão.
Que Brilha!

O sereno me molha,
Seus beijos úmidos me apaixonam,
Seu corpo atado ao meu segue noite afora.
As almas entrelaçadas num gozo eterno.
Errante, sigo te amando, num desejo insólito.
.
Te amo,
Banhado pelas gotas do orvalho,
E de manhã que te amo.
.
Graça e Paz, xP.
.
Rodrigo Stankevicz
Postar um comentário