11 de novembro de 2011

Sophia


Filha, em meus braços segurança,
Tua vida esperança,
Acalento dos sonhos meus,
És um pensamento de Deus.

Sorriso se formando,
És um pedaço de mim,
Tradução de tua mamãe,
Um poema sem fim.

Vinda da semente do amor,
Demos-te a luz, a luz nos dá.
Desabroche pequenina flor,
Vinda do Jardim de Alá.

Vem neste mundo brilhar,
Papai a ensinará sempre sonhar.
Seu nome possui Sabedoria,
Se não possuísse, não te chamarias Sophia.

Graça e Paz, xP.

Rodrigo Stankevicz
Postar um comentário