15 de agosto de 2013

Traços da Corrupção

A corrupção começa na base, reflete-se no poder! 

 Guido, cidadão comum, trabalhador, todos os dias sai cedo de casa para o trabalho.
Um dia desses, por descuido, estacionou o carro em local proibido - erro vaga para portadores de necessidades especiais - no shopping próximo ao seu trabalho. Tinha ido ao MC Donald's tomar seu café da manhã.

 Dirigindo-se em direção ao pátio do estacionamento, percebeu que seu carro estava prestes a ser rebocado. Que infelicidade!
- Seu guarda, sou um trabalhador, estou indo para meu trabalhar, alivia essa multa! Indagou Guido.
- Esta multa é devida! Enfatizou o guarda com cara de poucos amigos.
A muito, Guido indignado, pois era trabalhador, perguntou qual era o valor da multa. O guarda com uma resposta seca falou que se tratava de oitenta e cinco reais...
Guido insiste com o guarda:
- Amigão somos trabalhadores, será que um "mico" não resolve o problema?
O guarda mostrou-se interessado, olhou para um lado, olhou para outro, com um gesto de cumprimento a Guido estendeu a mão, e como seu ofício era guardar, "guardou" a nota de vinte reais daquele desconhecido...

Muito satisfeito com a resolução do problema, Guido segue para seu trabalho. No caminho, é claro, furou o sinal vermelho como de costume. Chegou no escritório de contabilidade, e logo foi recuperar o "mico" desenjaulado naquela manhã, afinal o "caixa dois" servia para essas eventualidades!

Após algumas horas de trabalho, faz o caminho inverso ao que tinha feito cedo. Já no cair da noite chega em casa. Sua ação foi sentar no sofá e ligar a TV no Jornal Regional. 

A primeira notícia que se depara:
 - Deputado Martinho Lalau desvia verba de 2 milhões de reais da saúde pública, através de programa RAPA do Governo.
Revoltado, Guido desliga a TV e desabafa:
- Estou cansado dessas notícias de corrupção desses políticos safados. Que infâmia! Precisamos eleger políticos que representem o povo!

Rodrigo Stankevicz
Postar um comentário