1 de dezembro de 2010

Incertezas


Incertezas: o rumor do amanhã carrega sombras de dúvidas.
Ao acordar, deparo-me com a incógnita.
As linhas do mundo são difíceis de traduzir,
quase nunca saem incólumes da limitada visão.

Valores ainda aprendem-se em casa;
em frente à televisão e o computador...
Que valores são esses? Não são os meus...
Ai meu Deus, que será do Sol do amanhã!?

Fala-se muito em direitos humanos,
pratica-se poucos atos humanos...
Ricos e pobres existem sim,
(não mais que suas desigualdades!)
O rico nas nuvens de avião,
o pobre ainda caminha de pé no chão.

Será que tudo isso muda? (incertezas)
Enquanto não,
acompanho minha vovó com o terço na mão...

Graça e Paz, xP.

Rodrigo Stankevicz
Postar um comentário