11 de maio de 2012

Permanecei no Meu amor



Vida de S. Francisco de Assis, chamado «Anônimo de Perugia» (séc. XIII), §97 


«Permanecei no Meu amor»

Desde o início da sua conversão até ao dia da sua morte, o bem-aventurado
Francisco sempre foi muito duro com o seu corpo. Mas a sua principal e
maior preocupação era possuir e conservar sempre, interior e exteriormente,
a alegria espiritual. Afirmava que se o servo de Deus se esforçasse por
possuir e conservar a alegria espiritual, interior e exterior, que procede
da pureza do coração, os demônios não poderiam fazer-lhe mal algum, pois
seriam obrigados a reconhecer: «Dado que este servo de Deus conserva a sua
alegria tanto na tribulação como na prosperidade, não encontramos nenhum
meio de lhe prejudicar a alma.» Continue lendo...



Graça e Paz, xP.


Rodrigo Stankevicz



Postar um comentário