2 de agosto de 2014

Igreja da Arca do Senhor é consagrada na cidade “sem Deus”



         POLÔNIA, domingo, 15 de maio de 1977.

         A celebração, que aconteceu sob forte chuva, teve um significado singular para os poloneses católicos, já que, há 10 anos numa missa, mesmo pressionado pelo regime do general Wojciech Jaruzelski, num ato simbólico, o então Padre Wojtyla cavou um buraco que representaria o início da construção do templo. Desde então, operários católicos voluntariamente doavam 4 a 5 horas de seu dia para as obras. Praticamente quase todo o material foi enviado pelo ocidente, pois os comerciantes foram proibidos  pelo ditador de vender qualquer utensílio para os responsáveis pela construção.

         Nowa Huta vira mais uma página de sua história, pois fora construída em 1947 com a proposta inicial de ser uma cidade “sem Deus”, porém logo no início quando a população percebeu a intenção do regime, começou a protestar. A primeira manifestação foi o levante de uma cruz num terreno da cidade, onde queriam os católicos que a Igreja fosse edificada, o ato comandado pelo jovem sacerdote Karol Wojtyla, acabou com forte repressão dos soldados do general Jaruzelski.

         Trinta anos depois os católicos veem o templo como um milagre concretizado, já que os 10 anos levados para construí-lo foram de muita luta e resistência. Wojtyla abraçou a causa da liberdade religiosa aos 22 anos, quando ingressou no seminário, neste percurso tornou-se o ícone máximo na busca pelo respeito à religião na Polônia, seu engajamento político sempre foi discreto e a consagração da igreja da Arca revela o ponto alto de seus esforços.

Notícia verídica produzida com pesquisas em documentários e arquivos da época. Trabalho de Jornalismo - Disciplina Produção de Textos Jornalísticos II.
Postar um comentário