30 de março de 2010

Brincando com a natureza

O dia se enfeitou
O mar vestiu azul
O céu nele se espelhou
As montanhas no horizonte foram brincar
Os rios foram visitar o mar
As nuvens choraram por não poderem parar
O vento se diverte ao se esconder
A aurora mostra que o Sol também tem sombra
O abismo tem medo de si, e se escora no penhasco
A ilha brigou com todos e foi refugiar-se no mar
O deserto de tão rude ficou árido, não mais chora
O vulcão comeu muita pimenta e vive cuspindo fogo
A nova estação ligou o degelo e o gelo (iceberg) se desprendeu
O dia se apagou e a noite pegou no sono
(E as estrelas?)
As estrelas estão paquerando, não param de piscar

Graça e Paz, xP.

Rodrigo Stankevicz
Postar um comentário