6 de agosto de 2010

Primeira vez


Como a primeira vez:
Quero desejar,
Com altivez,
E em mimos acalentar,

Sua pele macia.
Seus olhos negros
A me observar,
Que bem me fazia
Sua boca a me beijar.

Depois daquela noite,
A angústia do regresso,
Dado meu amor foi-te,
Que sentimento revesso.

Eu, absorto, almejo,
Sem lucidez,
Revê-la com novos olhos,
Como se fosse à primeira vez.

Graça e Paz, xP.

Rodrigo Stankevicz.
Postar um comentário