8 de agosto de 2011

Impressões de um jovem coração



     No coração de um jovem existem milhares de sentimentos, tudo o que lhe faz feliz e, tudo o que lhe assombra. Ele não consegue expressar todos esses sentimentos, por isso, por vezes as lágrimas os traduzem. Outros sentimentos vem à tona através de um sorriso maroto, um olhar carente, uma atitude impensada. Contudo, essas impressões juvenis são fruto de um coração sedento pelo absoluto, todas as atitudes são intencionadas para o bem, conquanto nem todas tenham o resultado final sendo o bem. 
    O erro na tentativa frustrada do acerto, faz parte da rotina de um jovem. Quem sabe por ter tanta energia acumulada em seu interior, não consiga, ainda, canalizá-la para o que é justo e necessário. O caminho para a felicidade é inato, uma necessidade básica do jovem, enquanto não conseguir se sentir satisfeito, ainda não chegou ao fim. Acaba quanto o espírito se esgota, quando o instante fala mais alto.              O sentido da felicidade não está claro, elucidado em seu entendimento; consequência de decepções amorosas, relacionamentos superficiais, entrega fora de hora, dedicação traída. Seu coração está absorto num passado tão presente, que compromete o futuro. 
     Jovem algum, todavia, resiste a respostas fáceis, a discursos prontos, ou consolações decoradas. Antes, um abraço sincero, um olhar, profundo em sua alma, ou até mesmo uma palavra reconfortante. Isto fortalece seu espírito, então ele volta à vida, ao ciclo vital, próprio de sua mocidade. 
     Um ombro amigo é sua força impulsionadora, capaz de o elevar, de fazê-lo fixar sua atenção, ao menos por um instante na realidade. A amizade o faz confiar, o dá asas para voar mais alto em direção ao objetivo, motivo esse que um amigo é tão caro a um jovem coração. 
     Um coração jovem não é fácil ser compreendido, muito menos com preconceitos, ou conjecturas maliciosas. Para entender este coração juvenil, caminhe com ele, conheça-o de uma maneira total. Deste modo, conseguirá perceber, mesmo que a apalpadelas, este mundo real, recôndito no limiar da ilusão.
     Este apelo existencial, palco de várias crises, que grita por socorro, só necessita de atenção; de alguém que o escute, sem que o interrompa com àquelas respostas prontas e morais; alguém que o entenda, sem aquelas velhas condições; alguém que o envolva, pois um coração juvenil apaixona-se fácil, seu amor é desprendido.
    Um coração jovial é uma panela de tesouro no fim do arco-íris, muitos a querem, mas é necessário a combinação eterna, entre a aliança Solar e a bela mão da doce Chuva para tê-la, por isso é um fenômeno da natureza; é uma riqueza insondável de pensamentos que desencadeiam ações geradora da vitalidade ao ciclo da vida. Não queira se limitar a palavras para descrever um jovem coração, você pecaria nas palavras. Por isso, nos foi dado a oportunidade de viver a juventude, para não precisarmos descrevê-la, mas experimentá-la no mais alto nível que esta etapa da vida pode nos proporcionar. 
     Somente quem criou a mocidade é que pode amá-la à altura que ela se estabelece; só este mesmo Criador pode honrá-la de um modo tão único e nobre, a ponto de por ela entregar a vida de um único Justo por injustos. Foi o pacto eterno do sangue de um, que fez com que o verdadeiro sentido jovial voltasse ao seu curso natural. São esses escândalos amorosos que preenchem e dão sentido ao jovem coração.
     Ser jovem é um estilo de vida, vividos por poucos, passado por muitos. 

Graça e Paz, xP.

Rodrigo Stankevicz

Postar um comentário